domingo, 22 de janeiro de 2012

Parte 2

Junho, 1994

- Sempre tive inveja de Kevin – Joe falou de repente.
Demetria se virou para encará-lo. Estavam sentados em uma sorveteria do shopping, conversando após a aula, apenas os dois. Ela já tinha ficado sozinha com Joe algumas vezes, apesar de normalmente estar acompanhada do resto dos garotos e algumas de suas amigas, porém nunca assim, propositalmente.
- Por que diz isso? –franziu a testa. Kevin e Joe eram super amigos, não tinha motivo para ter inveja dele.
- Porque ele já te beijou – Ele falou simplesmente, encarando Demetria nos olhos.
A garota sentiu o próprio rosto queimar. Preferia esquecer o breve período e m que tinha namorado Kevin, seu melhor amigo, aquilo fora estranho. Porém, não era por isso que ficara com vergonha e sim por Joe dizer que tinha inveja de Kevin por causa disso. Era quase como uma declaração de amor.
- Não vejo isso como um motivo de inveja. – Ela falou, enrubescendo ainda mais – Afinal, você só não me beijou ainda porque não quis... – Disse, desviando o olhar para o chão.
Ela ouviu Joe dar uma risadinha, antes de colocar a mão em seu queixo, fazendo com que ela o encarasse, e em segundos encostando sua boca na dela. Quando se beijaram, era como se todas as peças do mundo se encaixassem e tudo passasse a fazer sentido. E logo, Demi descobriu que sempre seria essa sensação.
Ela se apaixonou por Joe, mas então as aulas acabaram. Ele foi passar as férias fora, e ela ficara em Londres. E então Joe, com dezoito anos, fora para a universidade. Eles se falaram algumas vezes pelo telefone, mas Demi pôde perceber que o curto romance deles acabara ali. E menos de dois meses depois, quando Kevin voltara para casa para o aniversário de sua mãe, Demetria ficou sabendo que Joe estava namorando uma menina da faculdade. Demetria ficou de coração partido, mas acabou superando isso e terminando seu último ano no colégio.

Março, 2000

- É oficial – Selena falou ao ver Demetria chegando em casa após o trabalho, em uma sexta-feira – Cansei de ficar em depressão, vamos sair hoje!
- Amém! – Demi riu, jogando sua bolsa no sofá – Já faz quase um mês que está assim.
- Hoje faz um mês, na verdade. – Selena falou, mordendo o lábio – Por isso decidi que já sofri demais por aquele cara, é hora de acordar.
- Isso é ótimo, Selena!
Demetria foi para o próprio quarto, onde tirou os sapatos e se jogou na cama. Ouviu os passos de Selena se aproximando e revirou os olhos mentalmente. Por que ela sempre escolhia os piores dias para tudo?
- Não ouviu o que eu disse? Nós vamos sair. Eu não vou sozinha, ok? E você está solteira também, não tem desculpa.
- Estou cansada, Sel, tive um dia duro no trabalho. E além disso, onde você pretende ir? Estou velha para ir à boates.
- Você tem vinte e três anos, Demi, desde quando está velha?
- Desde que, mentalmente, acabei de completar oitenta. Sério, Selena, agora que você está bem e tudo mais, eu até te arrumo um encontro, mas no momento eu só quero dormir.
- É, você definitivamente está velha! – Selena murmurou – E como pretende arranjar um encontro para mim, se não consegue nem para si mesma?
Demetria apenas a lançou um olhar raivoso. Poderia arrumar um encontro quando quisesse. Aliás, faria isso. Selena não precisava saber com quem era, não é? Ela poderia muito bem sair com Joe e dizer para a amiga que foi algum cara novo. Ok, ela já era uma adulta, isso seria completamente idiota. Mas poderia arranjar um encontro para ela e para Selena também.
Com quem Selena combinava? Ela parou para pensar. Não iria marcar um encontro com nenhum de seus colegas de trabalho. Pensou em chamar Kevin, ele era seu melhor amigo e ela sua melhor amiga, alguma coisa a ver tinham que ter! Mas, se não estava enganada, Kevin estava saindo com alguém, o que estragaria seu plano. Bom, tinha Liam, mas... Não, definitivamente nem um pouco Selena. E Joe, bem, ela não iria arranjar um encontro com Selena e Joe, seria totalmente estranho. De repente, um nome veio na mente de Demi: Nick! É claro, como nunca tinha pensado nisso em nenhum desses anos? Nick era perfeito para Selena.
Mas o único problema é que ela nunca fora super amiga de Nick, nem ao menos tinha seu telefone, como arranjaria um encontro entre eles? Pegou o celular e discou o número de Joe.
- Alô. – Ele respondeu do outro lado da linha.
- Hey, Joe. Preciso do celular do Nick, pode me passar?
- Por que você quer o celular do Poyntner, Demetria? – Ele questionou, com uma voz estranha.
- Preciso marcar um encontro – Ela foi interrompida antes que pudesse continuar.
- Um encontro? – Ele praticamente gritou – Com o Poyntner? O quê? Você não quis sair comigo, mas vai sair com ele? Vocês nem ao menos são amigos!
- Ei, calma aí, Joesph – Ela riu – Não é comigo o encontro. É pra Selena. Você se lembra dela? – Perguntou rapidamente – Então, você pode me dar o número?
- E o que eu ganho com isso?
- Hm, nada? –revirou os olhos, acostumada com o jeito do garoto.
- Ah, não! Não faço nada sem ganhar algo em troca – Ele riu – Aliás, não vou ter garantia nenhuma de que esse encontro é realmente para a Selena.
- É só você perguntar pro Nick depois, Jonas, agora pode, por favor, me dar o telefone? Vou conseguir de qualquer forma.
- Vamos fazer um acordo – Ele propôs – Nick não vai aceitar sair com Selena assim, ele nem a conhece. E é traumatizado com encontros às escuras. Então faremos um encontro duplo, Nick e Selena, você e eu. Então todos saímos ganhando.
- Você não desiste nunca? – Ela riu – Bom, então me passe o telefone logo.
- Não, pode deixar que eu falo com ele. Eu ligo mais tarde para avisar o local e a hora – Ele desligou o telefone, antes que Demetria pudesse questionar.
Demi deixou o telefone de lado, rindo. Então ela realmente conseguira arranjar um encontro para ela e Sel. Não era o que esperava, é claro, mas valia à pena.

- Só para confirmar, esse Nick é realmente legal, não é? – Selena perguntou, nervosa, enquanto arrumava o cabelo pela milésima vez.
- Sim, Sel, ele é bem legal, eu não iria te arrumar um encontro com um cara chato, não é?
- É claro que iria, você é má! – Ela riu – E você podia muito bem estar me usando para conseguir se encontrar com Joesph.
- Posso encontrar Joe quando eu quiser, não preciso de você para isso – Menosprezou a amiga – Além disso, eu nem queria um encontro, isso é culpa dele, que me chantageou.
Se olhou pela última vez no espelho, sentindo-se estranha por se arrumar para um encontro com Joe. E por estar nervosa. Quantos anos ela tinha, dezessete? Já se encontrara Joe muitas vezes, não tinha motivos para estar nervosa, era só um jantar. E era para Selena, ela se lembrou.
- Bom, vamos? Eles já devem estar nos esperando – Selena falou, parecendo ainda mais nervosa que Demi.
- Se esse Nick Poyntner for um idiota, vou te matar, Demetria.

No final da noite, Demetria se sentia orgulhosa de seus poderes como cupido. Todas as outras vezes em que tentara arrumar um encontro entre duas pessoas, acabava sendo um desastre, mas Selena e Nick realmente se deram bem. Eles tinham bastante assunto e quando não tinham, Joe falava alguma coisa engraçada e trazia um assunto para a mesa.
- Parece que Nick gostou dela. – Joe falou, observando de longe os dois conversando sozinhos – Também gostei bastante dessa noite... Gostaria ainda mais se tivesse sido só nós dois, mas me contento com o que tenho. Quem sabe em outra noite? Amanhã? – Ele riu.
- Pare com isso, Joe – Ela falou sem graça – Você sabe que nós dois juntos não dá certo.
- Eu não sei de nada! – Ele falou sério – Por que não me avisou antes? Estou desde os meus dezesseis anos, esperando para sairmos juntos e você espera oito anos para me contar que não damos certo? – Ele pareceu chocado e lançou um olhar de reprovação para ela.
- Você sabe do que estou falando. – Ela falou irritada.
- Eu sei, desculpa, Demi. Mas só porque não deu certo uma vez, não significa que nunca dará. Eu sinto muito pelo o que eu fiz, deveria ter conversado com você, mas... Eu tinha dezoito anos, era um idiota. Gostava de você, mas fui para a universidade, e você ainda estava no colégio, em outra cidade. Eu errei, não devia ter te deixado.
- Esquece isso, faz muitos anos. Já superei.
- Então por que não nos dá uma chance? – Ele perguntou, encarando-a nos olhos – Por favor, Demi – Ele se aproximou dela.
Demetria apenas assentiu, e então se aproximou ainda mais de Joe, colando seus lábios com os dele. Ele a segurou pela cintura, a abraçando, e ela envolveu seu pescoço com as mãos. Ficaram ali se beijando até precisarem parar para respirar. Era a mesma sensação, Demetria pensou, só que ainda mais intensa.
- Eu menti para você no outro dia – Joe murmurou, ainda abraçado com ela – Eu não senti muito por você ter terminado com John, nem um pouco.
Demetria riu, sem saber o que falar, e deu mais um beijo nele.

Bom meninas queria a opnião de vcs!! 
O que esta acontecendo?
eu tive oito coment's no outro capitulo.
E mesmo assim postei o proximo. =/
queria mais coment's pra saber o que tão achando. 
Nem que seja um "UP"
Vamos lá!!
=/

Não vo exigir quantidade mas tbm não deixe de comentar!! ;) 
Pois tenho leitoras fieis e não vou deixar de postar por causa delas!!
E semjam bem vindas as novas seguidoras ;)

7 comentários:

  1. Aaaaaah amei, momento jemi: perfeito, eu ri com a Demi dando uma de cupido kkk... Posta logo

    ResponderExcluir
  2. To amndo a fic.
    Joe ta tao fofo pedindo a Demi pra sair.

    FAZ MARATONA!!!!! (sou pidona eu sei...)

    ResponderExcluir
  3. Está perfeito *--*
    Posta logo!!!!
    Beijos*

    ResponderExcluir
  4. eu comentei? nem lembro.. kkkkk ta perfeito pode postar....agora q to começando a entender a historia hahaha

    ResponderExcluir
  5. AHHHHH..LINDO,adorei..Hey,eu estou a pouco tempo nesse Blog e já estou amando...Posta Logo

    ResponderExcluir