quarta-feira, 12 de outubro de 2011


Chapter Seven


Demetria, a mãe e a família Hawkins, estavam todos reunidos no jardim da mansão conversando animadamente.
Era o segundo dia depois da lua cheia e Demetria tinha os pensamentos longe... Ela havia ido cavalgar no dia anterior mais não encontrara com Joseph como das outras vezes, agora estava inquieta e ansiosa, imaginando quando o veria de novo.
Era estúpido, mais ela não conseguia evitar.

_Olha que vem ai_ Kevin disse apontando pra entrada da mansão.

Demetria virara o rosto pra ver de quem se tratava e seu coração dera um pequeno salto... Era Joseph, montado no trovão, e seu pai vinha junto. Cada um trazia pelas rédeas um cavalo. Eles estavam sérios.

_Paul_ Jonathan sorriu ao ver o amigo_ que bom te ver.
_É bom te ver também Jonathan_ ele desceu do cavalo pra cumprimentar a todos.
_E você Joseph, como esta?_ Jonathan perguntou.
_Bene_ ele forçou um sorriso, mais Demetria percebera que não era sincero.

Joseph manteve-se cabisbaixo acariciando seu cavalo, sua expressão era um mistura de tristeza e dor. Demetria não pode evitar percorrer os olhos pelo corpo dele... Usava uma camiseta branca sem mangas, ressaltando os músculos, uma calça escura... Em um dos pés um tênis comum e o outro estava descalço, enfaixado, uma mancha de sangue sob a atadura.

_O que traz vocês aqui rapazes?_ Denise perguntou se abraçando ao marido.
_Viemos vender dois cavalos pra coleção do Jonathan_ Paul respondeu.
_Cavalos novos?_ ele perguntou olhando os animais que ele não conhecia.
_Não, esses são do meu vizinho_ sorriu de lado_ estamos vendendo o Trovão e a Chuva.
_Vai vender o Trovão?_ Jonathan olhou com espanto pra Joseph_ mais por quê?

Estava claro que Jonathan achara aquela atitude estranha, ele sabia muito bem como Joseph era apegado aquele cavalo... Demetria também estranhara, nas poucas vezes que se encontrara com Joseph percebera o apego dele pelo animal.

_É que... Nós tivemos um problema na fazenda com... Lobos_ Paul disse sem jeito e lançou um olhar estranho pro filho_ todos os nossos cavalos morreram, exceto o Trovão e a Chuva, pois ficavam numa área separada. E agente também ta com um problema financeiro, não podemos mais mantê-los.
_Lobos?_ Jonathan franziu o cenho.
_Sim, sabe que moramos perto da floresta_ deu de ombros tentando disfarçar o nervosismo e Joseph fechou os olhos com força.
_Tem certeza que querem fazer isso?_ ele perguntou.
_Sim_ Paul afirmou_ eles vão estar melhores e mais seguros aqui com você.
_Bom, tudo bem então_ concordou_ vamos lá dentro comigo acertar a venda... Christian, leve os cavalos pro estábulo, por favor?
_Sim senhor_ concordou.
_Eu posso me despedir dele?_ Joseph pediu, a voz não era mais alta que um sussurro.
_Claro_ Jonathan concordou.

Ele se afastou um pouco junto com o cavalo, quando parou ficou bem na sua frente, acariciando o rosto do animal. Demetria sentira pena da expressão de tristeza no rosto dele, era como se tivessem levando embora alguém da família.

_Desculpe ter que vender você amigo_ ele sussurrou_ eu não queria, mais é melhor assim, aqui você vai estar seguro e bem cuidado. Aqui eu não vou poder te machucar mais.

Ele acariciou o animal por mais um instante, deu um beijo nele e depois o entregou a Christian que o levou embora... Paul e Jonathan entraram em casa pra resolver os detalhes da compra e Demetria não conseguia parar de olhar pro rosto entristecido do rapaz.

_Não se preocupe Joseph_ Nicholas disse_ vamos cuidar bem dele.
_Obrigada_ ele forçou um sorriso.

Nicholas não era muito de gentilezas, muito menos com Joseph, mais até ele pode perceber como era doloroso pra Joseph abrir mão do Trovão, ele sabia como aquele cavalo era importante... Era como um amigo.
Demetria observara Joseph se afastar mancando em direção ao outro cavalo e segurar as rédeas, se preparando pra montar. Ela se afastou do noivo que estava um pouco distraído e caminhara até ele.

_Tutto bene?_ ela perguntou baixo e ele virou o rosto pra olhá-la.
_Sim_ ele forçou um sorriso.
_O que houve com seu pé?_ questionou, sem conseguir conter a curiosidade.
_Foi um acidente na fazenda_ ele respondeu simplesmente voltando sua atenção ao cavalo.
_Esta doendo muito?_ Demetria perguntou.
_É só um machucado, eu vou sobreviver_ ele deu de ombros.
_Não me referia ao seu pé_ ela explicou lhe sorrindo piedosamente.

Seu coração parou de bater com o olhar entristecido que ele lhe lançara... Era a resposta pra sua pergunta. Se livrar de Trovão estava doendo mais do que qualquer um podia imaginar. Era como vender alguém da família e tudo porque você o punha em risco... Era culpa dele mesmo.
Joseph respirou fundo, e sem dizer nada deu um jeito de subir no cavalo, contendo um gemido de dor ao fazer força no pé machucado. Demetria não queria que ele fosse embora... Queria poder fazer algo pra ajudá-lo.

_Não foi cavalgar ontem_ ela comentou_ não vi você... No lago.
_Estava com uns problemas_ ele respondeu seco_ não pude ir.
_Vai cavalgar amanhã?_ ela perguntou um pouco esperançosa.
_Não_ foi só o que ele disse.

Demetria abaixou á cabeça um pouco sem jeito e Joseph percebera que ela ficara triste... Ele estava sendo rude e a culpa de seus problemas não era dela. Na verdade ela parecia mais a solução... Sentia-se bem ao conversar com ela, era relaxante, fazia-o sentir-se mais normal.

_Mais acho que vou cavalgar depois de amanhã_ ele disse e viu um pequeno sorriso iluminar o rosto entristecido dela.
_Vocês já se conheciam não é?_ Demetria se sobressaltou ao ouvir a voz de seu noivo tão perto e sentir a mão dele em sua cintura.
_Nos encontramos na floresta algumas vezes_ Joseph respondeu_ enquanto cavalgávamos.
_Hum, não me disse que foi mais de uma vez_ Nicholas encarou a noiva.
_Não achei que fosse importante_ ela respondeu simplesmente.
_Você é um homem de sorte Nicholas_ Joseph disse em tom de provocação_ sua noiva é extremamente encantadora.
_Eu sei disso_ o abraço de Nicholas tornou-se mais apertado.
_Não devia deixá-la sozinha por ai_ ele comentou.

Antes que Nicholas pudesse responder, Paul e Jonathan voltaram de dentro da casa... Paul se despediu de todos e montou em seu cavalo, chamando o filho pra que pudessem ir embora.

_Vamos cuidar bem do Trovão Joseph_ Jonathan disse_ pode vir visitá-lo quando quiser.
_Obrigada_ Joseph sorriu sinceramente.
_Obrigada por tudo_ Paul agradeceu.
_Até mais senhorita Lovato_ Joseph sorriu para moça_ nos vemos em breve.

Então todos observaram os dois homens se afastarem cavalgando... Nicholas não gostara nenhum pouco do jeito que Joseph olhara e falara com sua noiva, mais ele só o fizera porque sabia que deixaria Nicholas com raiva. Joseph nunca perdia uma oportunidade de importuná-lo, estava no sangue. Mais o sorriso de Joseph desapareceu conforme se afastava da mansão e deixava seu amigo pra trás.

3 comentários:

  1. cap perfeito

    taidnho do joseph ter q vender o trovão...

    mas nossa, ele matou todos os cavalos...

    bjo bjo e posta logo...

    (q bom q vc voltou)

    ResponderExcluir
  2. AHHHHHH NÃO ACREDITO QUE ELE VENDEU O TROVÃO :(
    A Demi bem podia fiar com ele!? *--*
    Seria perfeito huhuuuu
    Posta logo amore!!
    Está super hiper mega perfeito!!!
    Beijos*

    ResponderExcluir
  3. HEY MANOLA,
    eu e minhas amigas estamos fazendo um concurso, vc foi selecionada para participar,nele, o premio será um visual para o seu blog COMPLETAMENTE personalizado e exclusivo.
    Para mais informações acesse: http://layoutsparaseublogbyfesuejoyce.blogspot.com/
    XoXo, Fernanda

    ResponderExcluir